8 passos para criar um roadmap de produto

Um roadmap de produto é um plano que combina os objetivos do negócio, as necessidades e desejos dos clientes em relação a esse produto e as tarefas necessárias para atingir esses objetivos. São essas três perspectivas que precisam ser alinhadas e ficar claras antes de se iniciar o desenho do roadmap do produto.

A partir dessas informações, o roadmap mostrará um roteiro do que deve ser feito ao longo do tempo com o objetivo de transformar em realidade as funcionalidades do produto que, ao mesmo tempo, vão agradar aos clientes e atingir os objetivos do negócio.

Nesta postagem você vai entender quais são os objetivos, o que caracteriza um bom roadmap de produto e como montar um, seguindo alguns passos.

Para que serve um roadmap de produto?

Durante a criação de um projeto para desenvolvimento de um novo produto, o responsável vai lidar com uma enorme variedade de colaboradores, internos e externos, como executivos de nível estratégico, parceiros de negócio, engenheiros de produto, equipe de vendas, fornecedores, time de marketing e clientes.

Nesse contexto, o roadmap de produto permitirá:

  • Alinhar as expectativas de todos esses agentes em relação à visão de futuro do produto
  • Chegar a um consenso na organização e conseguir apoio interno para o desenvolvimento
  • Deixar claro para todos quais serão os passos, funcionalidades, datas e recursos necessários para se chegar ao objetivo
  • Definir as etapas que permitirão captar o feedback dos clientes com o menor custo possível, conforme o produto for desenvolvido, gerando ganhos incrementais, sempre validados antes de se prosseguir

Em resumo, um bom roadmap de produto deve comunicar sua direção e evolução para as equipes visualizarem o andamento de todo o projeto, suas prioridades, etapas do desenvolvimento das funcionalidades do produto e como elas se alinham aos objetivos do negócio.

Passo a passo para criar um roadmap de produto

1- Defina os objetivos estratégicos da empresa naquele momento

A maioria das empresas tem como objetivo o lucro, mas quando pensamos no objetivo estratégico, isso varia conforme o ciclo de vida da organização e as circunstâncias do ambiente externo.

Uma empresa pode ter como objetivo estratégico ganhar notoriedade, enquanto outra pode querer conquistar novos mercados. Ambos pontos estão relacionados ao lucro, mas tem caminhos diversos.

Dependendo do objetivo, seu roadmap de produto terá características diferentes.

2- Descubra os problemas que seus clientes querem resolver

Um produto é uma maneira de resolver um problema ou atender às necessidades de seus clientes.

Estudar seus dados históricos de relacionamento com os clientes e fazer pesquisas de marketing são as melhores maneiras de definir isso.

3- Crie uma visão do produto

Com base nos objetivos da empresa e nos desejos do usuário, crie uma “visão futura do produto”, tudo aquilo que ele deve fazer e ser para atender às necessidades dos clientes quando estiver pronto, ou melhor, quando sua primeira versão for lançada no mercado.

Mas quanto tempo isso vai demorar? Tirar uma ideia do papel demanda tempo e investimento, financeiro e de equipe, por isso é importante realizar pesquisas de mercado para entender tendências de consumo e ir em direção ao caminho certo para o sucesso.

4- Defina o tempo e os recursos necessários

Antes de prosseguir, lembre-se que o conceito de roadmap de produto foi criado para atingir os objetivos da empresa e conhecer o feedback dos clientes ao longo do processo, com o menor custo possível.

Ao reunir os engenheiros de produto para fazer uma estimativa de tempo e custos do projeto, pode acontecer que se chegue à conclusão de que ele é inviável.

Nesse caso, tudo pode ser cancelado, ou o escopo modificado.

5- Valide a ideia inicial

Este passo é fundamental: “Ok, temos uma ‘visão de futuro do produto’, mas nossos clientes concordam com ela?”. Valide o conceito inicial antes de despender recursos em um produto que talvez não interesse a ninguém. Uma opção é realizar um teste de conceito, pré-lançamento do produto.

6- Crie a lista de possíveis funcionalidades

O conceito do produto é viável e o público realmente viu valor nele? Excelente!

Uma dica é fazer uma lista de tudo que os clientes podem desejar no produto, garantindo que todas as funcionalidades estejam presentes, tornando seu produto a melhor opção para resolver os problemas dos usuários. Em seguida, indicamos definir as prioridades destas funcionalidades.

7- Defina quais funcionalidades serão priorizadas

Ordene as funcionalidades em função do valor que trarão para o negócio.

O roadmap do produto vai desenvolvê-las passo a passo, gerando funcionalidades incrementais que serão testadas sempre que estiverem prontas.

8- Revise periodicamente o roadmap conforme o feedback dos clientes e  mudanças de cenários

Você deve, sempre, testar cada nova funcionalidade do produto conforme forem incorporadas a ele. Uma possibilidade é utilizar o Design Thinking nesta e em outras etapas do seu roadmap de produto.

As novas funcionalidades não funcionaram? Não atingiram os objetivos desejados? Os clientes não gostaram? Dê um passo atrás, volte para a prancheta e melhore esta funcionalidade.

Em caso de fracassos consecutivos, pode ser o caso de eliminá-las do produto.

Além disso, inovações tecnológicas, novas tendências de consumo ou mesmo mudanças nos objetivos da empresa podem forçar o gerente de produto a redefinir etapas e funcionalidades que constam no roadmap de produto. Esse documento está em constante evolução.

E mesmo depois de lançada a primeira versão no mercado, seu roadmap já pode prever novas funcionalidades a serem incorporadas gradativamente, reiniciando todo o processo de desenvolvimento incremental do produto que, agora no mercado, será muito mais fácil de validar com os clientes.

Como você pode perceber, o feedback dos clientes é fundamental para a construção e execução de um roadmap de produtos.

Utilizando uma plataforma de pesquisa automatizada, como o Miners Compass, você poderá fazer pesquisas digitais de teste de conceito de produto ou serviço utilizando questionários certificados estatisticamente por especialistas.

Além desse, existem diversos outros questionários que você pode usar de maneira ágil e com um custo bastante acessível, para ter certeza de que os caminhos seguidos pelo seu roadmap de produto são os mais assertivos e corretos, assim tomando as melhores decisões a cada passo.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificações
avatar