Como analisar dados de pesquisas? Confira 6 dicas que funcionam

A realização de pesquisas no meio corporativo é extremamente importante para que a empresa possa compreender melhor o ambiente em que ela está inserida. No entanto, os benefícios de uma pesquisa só serão, de fato, percebidos se houver uma análise de dados eficiente.

Saber analisar os dados coletados e transformá-los em informações relevantes é fundamental para futuras tomadas de decisão e para a identificação de oportunidades para a empresa.

Tendo isso em vista, separamos aqui 6 dicas de como analisar dados de pesquisas. Confira e saiba como essas práticas podem ser úteis para o seu dia a dia.

Veja também em nosso blog: Big Data e seus 5 Vs: Como fazer uma análise de dados eficiente?

6 dicas de como analisar dados de pesquisas

1 – Leitura completa

A primeira dica de como analisar dados de pesquisas é bem básica para qualquer tipo de análise: leia tudo.

Fazer a leitura completa de todas as respostas coletadas é o primeiro passo para começar a compreender os resultados, mesmo que de forma geral.

À medida que você for lendo, faça anotações dos insights que forem surgindo. Se a sua pesquisa teve como objetivo recolher sugestões dos seus consumidores para melhorar o produto ou serviço ofertado, você precisará ler cada uma das respostas para avaliar as sugestões.

E, para tomar uma decisão, sempre leve em conta a opinião da maioria, e não apontamentos isolados. Assumir o que uma única pessoa disse como verdade pode representar um grande risco.

2 – Agrupamento

Outra dica de como analisar os dados coletados na sua pesquisa é agrupando-os.

Em uma pesquisa de satisfação, por exemplo, é interessante que você agrupe as respostas em positivas, negativas e neutras e depois olhe para cada grupo separadamente. Não busque apenas considerar as respostas positivas e ignorar as negativas.

Não deixe também de sinalizar quais respostas você considera mais relevantes, sejam elas de caráter positivo ou negativo.

Você pode fazer o agrupamento de acordo com o perfil dos seus respondentes. Ao separá-los por gênero, idade, renda, localidade, escolaridade etc., fica mais fácil identificar padrões nas respostas e obter insights valiosos.

Outra possibilidade aqui seria a utilização da metodologia NPS, em que se dividem os respondentes em detratores, aqueles que falam mal de sua marca; neutros, que não se manifestam sobre ela; e promotores, que a defendem e recomendam para amigos e conhecidos.

Veja mais detalhes aqui: O que é e como utilizar o NPS no Marketing do seu negócio

3 – Nuvem de palavras

A nossa terceira dica de como analisar dados de pesquisas é muito útil em caso de respostas abertas.

A nuvem de palavras é uma lista visualmente hierarquizada. Nela são colocados em destaque os termos mais citados nas respostas dos entrevistados.

Na plataforma de pesquisa automatizada da MindMiners, você consegue gerar uma nuvem de palavras automaticamente para compreender, de maneira mais visual, o que os seus respondentes têm a dizer.

4 – Tabela dinâmica

O uso das tabelas dinâmicas do Excel é muito útil quando o volume de respostas é muito grande. Se a sua amostra de respondentes for composta por 500 pessoas e o questionário tiver 10 perguntas, o total de respostas será 5000.

Com tantas respostas para analisar, um relatório de tabela dinâmica pode resumir e cruzar um grande volume de dados.

Dessa forma, esse acaba sendo um ótimo recurso para análise de dados e para tomadas de decisão mais embasadas.

5 – Data Science

Um recurso relativamente novo no mercado, e que tem facilitado a análise de dados de pesquisas, é o profissional de Data Science, ou Cientista de Dados.

Os dados analisados por esses profissionais podem se apresentar de maneira
estruturada (banco de dados, CRM) ou não estruturada (vídeos, imagens, e-mails) e, por isso, precisam ser organizados e tabulados.

É papel do Cientista de Dados buscar por métricas e modelos estatísticos com o objetivo de criar insights e apresentar os resultados de maneira simples, prática e de fácil entendimento.

6 – Dashboards

O uso de dashboards é uma maneira interessante de dispor as informações de modo a contribuir para que todos possam visualizar os resultados da pesquisa com mais clareza.

Com isso, as discussões sobre planejamento de estratégias e direcionamento do negócio, além de outros assuntos sensíveis à gestão, ganham mais consistência.

Veja mais: Ferramentas de BI: conheça as 8 melhores para utilizar na sua empresa

Essas foram as nossas 6 dicas de como analisar dados de pesquisas. Agora que você já sabe mais sobre o assunto, vai ficar muito mais fácil utilizar os resultados das suas pesquisas a favor da sua empresa.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
  Subscribe  
Notificações