E-Branding: veja como construir marcas online

A decisão de empreender traz consigo diversos desafios. Mas, talvez, o maior e mais difícil deles seja tornar a marca recém criada conhecida no mercado. Isso porque, ainda que você ofereça produtos e/ou serviços excelentes, seus potenciais consumidores vão querer saber quem é essa empresa e quais valores a sustentam. Surge assim a importância dos esforços de branding, ou gestão de marca. Ao traçar uma estratégia clara relacionada a posicionamento, sua empresa definirá ações que a guiarão no sentido de construir sua imagem e reputação frente a públicos de interesse. Dentre essas iniciativas, muitas acontecerão online, fortalecendo as diretrizes globais da marca no ambiente digital. Daí o termo e-branding.

Nesse post, vamos falar um pouco mais sobre esse novo conceito e ensinar como usá-lo para fortalecer a sua marca.

Por que a construção de uma marca no ambiente digital é tão importante hoje em dia?

  • Ajuda a gerar awareness do que a marca representa. 
  • Cria uma oportunidade de gerar admiradores, o que sustenta o crescimento a longo prazo.
  • Eleva a credibilidade da marca, já que ela passa a ficar exposta ao público.
  • Exige um investimento financeiro menor se comparada à mídias tradicionais e essencialmente offlines.

Existe diferença entre branding e e-branding?

Esse assunto tem gerado discussão entre os especialistas no assunto. Conceitualmente, branding se refere ao conjunto de estratégias responsáveis por construir, gerir, posicionar e, consequentemente, diferenciar uma marca no mercado, sobretudo no que se refere à percepção do público consumidor de seus produtos e serviços. Nesse contexto, e a fim de garantir coerência, é função do branding é cuidar para que todos os pontos de contato da marca estejam alinhados às diretrizes de identidade traçadas, incluindo, assim, o ambiente digital. Já o e-branding foi criado como uma versão 3.0 do que chamamos de branding, contemplando  exclusivamente a comunicação online daquela empresa, que deve ser mais rápida, mais interativa e mais receptiva à participação contínua do consumidor.

Mas atenção: um não substituí o outro. Ainda que sua empresa opte por adotar os dois conceitos dentro do Marketing, é preciso compreender que se tratam de iniciativas complementares e que o Marketing tradicional deve ser associado ao Marketing digital para que os objetivos finais para melhorar os resultados. Se pudêssemos resumir, o aprendizado que fica é: invista em branding de forma ampla e não se esqueça nunca da presença digital de sua marca e da experiência que ela promove nos vários canais onde está.

Diante do cenário tão competitivo e de tantos avanços tecnológicos, que estão impactando diretamente o comportamento do consumidor, se destacar significa, antes de tudo, ser original e fiel a seus valores. É importante também compreender como sua marca se conecta com seus consumidores, capturando a atenção e criando identificação de forma rápida e clara. Para fazer isso, profissionais de Marketing e Comunicação devem estar munidos de informações essenciais tais como conhecimento do mercado e público que se pretende impactar, reconhecimento dos pontos positivos e negativos da marca, posicionamentos e políticas da empresa. 

Aqui vão alguns aspectos importantes para se ter em mente na hora de planejar a presença online de sua marca:

1. Seja consistente

É imprescindível ter uma estratégia de branding  consistente em todos os canais , para que a marca seja facilmente reconhecida e conquiste credibilidade. Aqui, vale lembrar que a linguagem e o tom usados são responsáveis por construir a imagem da marca.

2. Crie bom conteúdo

Oferecer conteúdo relevante para o público alvo é uma das formas mais eficientes de atrai-lo. Se o seu conteúdo for realmente útil, ele vai ser compartilhado e assim você aumentará o seu alcance de forma orgânica.

3. Use as redes sociais

As redes sociais são ferramentas muito eficientes para promover uma marca, tanto em termos de alcance potencial quanto de custo. Se exploradas da maneira certa podem gerar visibilidade, reconhecimento e lealdade, principalmente se considerarmos as possibilidades de segmentação oferecidas por suas ferramentas de publicidade. 

5. Faça parcerias com outras marcas

Unir-se a outras marcas que possuam um público alvo semelhante pode significar maior alcance com um esforço. 

6. Pense à longo prazo

Investir em branding significa esperar resultados de médio e longo prazo. Mas isso exige continuidade. Se a presença online for constante e verdadeiramente original, o seu público alvo vai se familiarizará cada vez mais com o seu conteúdo e com a sua marca. É um processo que precisa de tempo e de atenção para ter valor. Persista!

Agora que você já aprendeu sobre como construir ou fortalecer a sua marca no mundo digital, que tal ajudar outras pessoas a entenderem sobre e-branding? Compartilhe este post! 

Posts relacionados