Como criar uma persona a partir da pesquisa de público alvo

como criar persona

Entender o consumidor de uma marca é premissa para qualquer profissional de marketing que deseja alcançar o sucesso. Afinal de contas, todos os esforços e ações empreendidas dentro do departamento deverão impactar o chamado público-alvo de determinado produto ou serviço. Mas obter tal conhecimento não é uma tarefa fácil. 

Os prazos curtos e as restrições orçamentárias acabam, muitas vezes, por desmotivar esses profissionais a investirem em pesquisas. Trata-se da ferramenta mais indicada para responder ao desafio de conhecer profundamente quem está do outro lado, realizando a compra, mas ainda pouco utilizada por empresas. Por isso, e não raramente, conteúdos, campanhas e produtos são lançados com base em suposições, o que gera insegurança e aumenta o risco de fracasso. 

Se essa é uma situação comum em seu dia a dia, saber como criar uma persona – ou seja, um personagem representativo do seu público alvo – poderá te ajudar orientando seu processo de tomada de decisão a partir de agora. 

Ficou interessado? Então continue a leitura! Usando as dicas do texto de hoje para criar buyers personas, você se tornará mais relevante para seu cliente, aprenderá a antecipar tendências de consumo e a usar e interpretar dados de campanhas de marketing para conhecer melhor o seu consumidor.

Entenda o papel da pesquisa na definição do público-alvo e como criar uma persona

Antes que suas campanhas deixem de gerar retorno, existem algumas providências que você deve tomar: conheça os hábitos, necessidades e vontades do seu público e  busque identificar tendências para antecipar demandas e sair na frente da concorrência.

Você deve estar se perguntando: como é possível fazer tudo isso? Separamos alguns métodos excelentes de pesquisa de mercado para que sua empresa possa obter tais informações e transformá-las em insights para o negócio como um todo.

Pesquisa digital e questionários online

Uma opção prática e bastante acessível. Hoje, muitas empresas já oferecem para o mercado plataformas totalmente automatizadas para a criação de questionários, além de bases de respondentes que podem ser segmentadas de acordo com o perfil do público que se pretende ouvir. 

As principais vantagens da pesquisa digital são a agilidade para obter respostas, uma vez que as respostas são coletadas via internet, a transparência, já que a plataforma permite o acompanhamento da pesquisa em tempo real, e o custo-benefício, que nem se compara ao investimento necessário para a contratação de institutos tradicionais. E o melhor: você mesmo pode realizar sua pesquisa.

Saiba como criar uma persona a partir da coleta de dados

Seja por meio da realização de pesquisas ou da atualização do cadastro de seus clientes, os dados coletados e devidamente agrupados constroem um cenário onde é possível delimitar alguns perfis predominantes de clientes.

É com base nesses perfis que você criará suas personas. Na prática, elas nada mais são do que personagens que representam os compradores ideais. Por exemplo: você identificou um grande número de pessoas entre 18 e 24 anos, que se mantêm conectadas à internet durante todo o dia e que buscam por cursos rápidos e com flexibilidade de horário para realizá-los. Entre elas, 80% são mulheres. Esse grupo pode se tornar uma persona, que você “consultará” para criar produtos e conteúdo de interesse.

O ideal é “dar vida” a esse personagem! Não tem como criar uma persona sem isso. Para tanto, sugerimos que você construa um perfil bem detalhado para cada um dos perfis predominantes já agrupados. Nessa tarefa, vale refletir sobre:

  • Gênero: identifique o gênero predominante no grupo. Se estiver bem dividido, crie dois grupos e duas personas;
  • Área de trabalho: observe se há predominância;
  • Cargo e faixa de renda;
  • Quais assuntos são de seu interesse: com certeza, haverá mais de um interesse. Mapeie-os. Eles nortearão sua produção de conteúdo;
  • Quais veículos de comunicação costuma consultar: esse tópico ajuda na escolha dos meios de divulgação;
  • Trabalha diretamente com: outro ponto que ajuda na produção de conteúdo;
  • Quais suas tarefas diárias: ajudará a mapear seus hábitos;
  • Quais são suas responsabilidades: ajudará a identificar suas necessidades;
  • Prazeres e desprazeres no emprego: indicará objetivos, sonhos e necessidades;
  • Frustrações: indicará pontos em que podemos contribuir para melhorar a vida desse público;
  • Objetivos: nos ajudará a montar estratégias para que possamos alcançá-los;
  • Quem influencia diretamente suas decisões: nos ajudará a identificar quem são influenciadores de opinião e como podemos alcançá-los positivamente com nosso conteúdo.

Utilize as personas para conversar com seu cliente

Agora que você já sabe como criar uma persona e tem as suas bases, utilize-as para alcançar seu público-alvo de forma certeira. Personalize o perfil que você acabou de descobrir criando uma ficha semelhante a essa:

Evite erros que possam atrapalhar o processo de como criar uma persona

Uma vez criadas, as personas deverão ser tomadas como referência na hora de definir qualquer estratégia de abordagem, definição de canais e até mesmo nos esforços de criação de um novo produto ou serviço. A ideia é que, com o tempo, o time de Marketing se torne cada vez mais íntimo de cada uma delas, sendo capaz de compreender e antecipar qual a sua opinião ou sentimento em relação a determinado assunto.

Mas é preciso ter cuidado para não cometer erros que possam comprometer a eficácia das ações. Fique atento, eles são mais frequentes do que você imagina!

  • Não crie muitas personas: é importante definir prioridades quando se fala em segmentos de clientes. Quanto menor for o número de personas, maior será sua capacidade de dar atenção, de se comunicar, enfim, de criar estratégias verdadeiramente personalizadas e focadas em cada uma delas;
  • Fuja dos “achismos”: use as dicas de pesquisa que demos! Não faça suposições, deixe seu público conversar com você e, com isso, ganhe segurança na hora de tomar decisões;
  • Atente-se aos detalhes: mantenha seu foco em características importantes, que realmente interferem na tomada de decisão e descarte discussões irrelevantes;
  • Faça testes: antes de lançar grandes produtos ou estratégias, faça testes. Você já conseguiu descobrir muitas características ao identificar sua persona, mas algo pode ter passado despercebido. Portanto, faça pesquisa e ajuste o que for necessário.

Você ficou com alguma dúvida sobre como criar uma persona ou gostaria de acrescentar algo? Deixe sua opinião no espaço dos comentários. Estamos ansiosos para conversar com você!

Aproveite para aprender também sobre jornada de consumo e construa uma jornada para cada uma das personas criadas. 

Posts relacionados