O que é segmentação de mercado, para que serve e por que devemos fazê-la?

Aprenda o que é segmentação de mercado, quais suas principais aplicações e como essa ferramenta pode ajudar a vencer desafios no marketing.


clock
4 min de leitura
O que é segmentação de mercado, para que serve e por que devemos fazê-la?

Por mais que o comportamento humano pareça ‘subjetivo’ e ‘abstrato’ demais, acredite: é possível quantificá-lo! Em pesquisa de mercado, quando realizamos este tipo de exercício, damos um grande passo rumo à assertividade no lançamento ou renovação de um produto, de uma campanha publicitária ou do enredo de uma série de TV conforme o ‘humor’ do seu público-alvo.

Tudo isso, em linhas gerais, é possibilitado pela chamada segmentação de mercado.

Mas, afinal, o que é segmentação de mercado? Qual o significado de segmentação de mercado na prática? Para que ela serve na hora de se fazer uma pesquisa?

Neste artigo, vamos falar um pouco sobre seu conceito, aplicações e, principalmente, como conhecer seus diferentes clusters, ou seja, segmentos de mercado, poderá ser um grande aliado para vencer seus desafios de marketing.

Vamos lá, entender o processo de segmentação de mercado?

O que é segmentação de mercado mesmo?

Qual o significado de segmentação de mercado, em termos objetivos? Uma boa definição de segmentação de mercado poderia ser:

A segmentação de mercado, como o próprio nome sugere, consiste em dividir em clusters - isto é, segmentos - o ‘grande emaranhado’ de consumidores de um mesmo produto e/ou serviço. Seu objetivo é tornar mais clara e certeira a estratégia de marketing (seja ele de propaganda ou focada em desenvolvimento de produtos) voltada a um target específico.

Com esta definição, ficou mais claro para você o que é segmentação de mercado? Com certeza, você já parou para pensar em um exemplo de segmentação de mercado como este:

Um carro com direção automática está voltado para um "público x" e carros SUV atendem um "público y".

Veja só: ao perceber que estes ‘públicos’ são diferentes entre si, mas que, internamente, são compostos por pessoas que ‘pensam parecido’ e tendem a valorizar e consumir o mesmo tipo de produto, você realizou uma segmentação!

Mas para que serve uma estratégia de segmentação de mercado como essa? E como se chega a esse tipo de conclusão, quando ainda se está desenvolvendo a linha de modelos e tipos de produtos? Vamos entender a seguir!

Veja também em nosso blog: A importância do monitoramento do comportamento do consumidor

Por que a segmentação de mercado é importante?

Ao identificar os diferentes segmentos de um mercado, isto é, seus diferentes clusters, é possível enxergar com clareza esta divisão do mundo dos consumidores. Por mais que estejamos falando de um mesmo bem de consumo, também sabemos que as pessoas que compram estes produtos possuem perfis, comportamentos e anseios diferentes. E que tais características norteiam as suas escolhas.

Para facilitar a visualização na prática, vamos pegar um exemplo de segmentação de mercado simples, que já faz parte da vida moderna.

No mercado de smartphones, podemos dizer que existem:

  • aqueles consumidores que se preocupam mais com a qualidade da câmera,
  • aquelas pessoas que buscam um aparelho com bateria que dure 1 dia inteiro,
  • aquelas que gostam de tela grande,
  • pessoas que desejam ‘nada mais, nada menos’ do que uma marca que traga consigo um status.

Se identificou com algum desses segmentos de público?

Pois bem. Todos (ou quase todos) estes modelos de smartphone que estão à venda no mercado foram desenvolvidos porque foi detectada uma oportunidade para o seu lançamento. Em outras palavras, havia um segmento carente das suas características e o que as marcas fizeram foi justamente oferecer a estas pessoas o que elas buscavam.

Assim, respondendo a pergunta: Pra que serve a segmentação de mercado?

A resposta é simples: a segmentação de mercado serve para atender às necessidades e desejos de diferentes estratos do público-alvo, potencializando a aceitação da linha de produtos e, por conseguinte, aumentando as vendas.

Cabe ressaltar que, muitas vezes, segmentos de diferentes mercados podem ser atendidos por um mesmo produto.

Afinal, a tela grande de um smartphone que, para alguns, serve como ‘demonstração de status’, para outros pode ser apenas um atributo do produto que contribui para facilitar seu uso e a leitura no dia a dia. Necessidades distintas atendidas por uma mesma solução!

Assim, uma boa estratégia de segmentação de mercado é fundamental para que as empresa atendam ao maior número e estratos de clientes possível. Ou seja, que seus produtos ou comunicações atendam e conversem com o maior número de consumidores possíveis.

Leia também: Estudo de segmentação de mercado: faça a sua startup decolar

As vantagens da segmentação e conhecimento de clusters de mercado

Agora que você já sabe o que é segmentação de mercado, podemos dizer que as vantagens proporcionadas por ela são, em resumo:

  • Fazer com que empresas possam ir ao encontro das necessidades de seus clientes de forma mais direta;
  • Aumentar a probabilidade de que promoções obtenham respostas positivas;
  • Ajudar empresas a penetrar no mercado de maneira focada, ajustando a oferta de seus produtos da melhor forma possível;
  • Ajustar o produto e o canal de distribuição em função do segmento nos quais serão focados;
  • Conhecer melhor as necessidades e desejos dos consumidores a fim de concentrar esforços de marketing para cada segmento que são entendidos pela empresa como favoráveis para serem explorados comercialmente.

A importância da segmentação de mercado é enorme para qualquer ramo de negócio, principalmente em tempos de crise, austeridade e de maior heterogeneidade que exigem cada vez mais ‘tiros certeiros’ e menos ônus.

Agora que você entendeu plenamente o que é segmentação de mercado e toda sua importância, que tal se aprofundar ainda mais no conhecimento de diferentes clusters?



next-banner

Início