A maioria dos gestores sabe a importância do planejamento estratégico e reconhece que se trata do documento que norteará a empresa na busca por seus objetivos. Mas na hora de pôr a mão na massa, muitas vezes fica difícil organizar as informações e transformar ideias em um plano estruturado e fácil de passar para as equipes.

Confira quais as etapas do Planejamento Estratégico e saiba como elaborar um plano perfeito para o seu negócio de forma que todos os colaboradores entendam seu papel nessa história.

A maioria dos gestores sabe a importância do planejamento estratégico e reconhece que se trata do documento que norteará a empresa na busca por seus objetivos. Mas na hora de pôr a mão na massa, muitas vezes fica difícil organizar as informações e transformar ideias em um plano estruturado e fácil de passar para as equipes.

Confira quais as etapas do Planejamento Estratégico e saiba como elaborar um plano perfeito para o seu negócio de forma que todos os colaboradores entendam seu papel nessa história.

5 principais etapas do Planejamento Estratégico e sua implementação

As fases do planejamento estratégico obedecem uma ordem lógica, que vai do estudo do negócio até a aferição dos resultados.

Veja os passos do planejamento estratégico e descubra como implementá-lo em sua empresa.

1 – Missão, Visão e Valores

O primeiro item da nossa lista das principais etapas do Planejamento Estratégico de uma empresa é comumente negligenciado por algumas marcas.

A Missão, a Visão e os Valores são aspectos que definem a identidade e o posicionamento da organização, servindo como base para a construção de um Planejamento Estratégico eficiente.

  • Missão: razão pela qual a empresa existe
  • Visão: onde a empresa quer chegar
  • Valores: princípios inegociáveis

Vale lembrar que essas informações devem ser redigidas de maneira clara e estar disponíveis para todos os membros da empresa.

2 – Análise dos ambientes interno e externo

Um bom planejamento estratégico precisa considerar fatores internos e externos à organização e que exercem influência direta ou indireta nos processos da empresa.

Análise SWOT

Quando se pergunta quais as etapas do planejamento estratégico, a análise SWOT sempre é citada. Mas você sabe mesmo como ela funciona?

SWOT (ou FOFA) significa Forças (Strength), Fraquezas (Weakness), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats).

As Forças e as Fraquezas estão relacionadas ao ambiente interno da empresa. Já as Oportunidades e as Ameaças estão ligadas a fatores externos.

Exemplo:

S – Forças: funcionários motivados e engajados, produtos e serviços diferenciados, atendimento, logística etc.
W – Fraquezas: profissionais desmotivados ou desqualificados, aparato tecnológico obsoleto, processos internos muito burocráticos etc.
O – Oportunidades: investir em nichos de mercado que ainda não tiveram suas necessidades atendidas.
T – Ameaças: crises política e econômica, legislação etc.

Análise PESTEL

A análise PESTEL é mais focada no ambiente externo e considera 6 fatores macroeconômicos que podem impactar as atividades da empresa: Políticos, Econômicos, Sociais, Tecnológicos, Ecológicos e Legais.

Exemplo:

Políticos: intervenção do governo na economia;
Econômicos: juros, inflação, taxa de câmbio;
Sociais: distribuição de renda, escolaridade, dados demográficos;
Tecnológicos: softwares de gestão, automação de processos, aplicativos;
Ecológicos: uso sustentável dos recursos naturais;
Legais: Leis trabalhistas, direitos dos consumidores.

3 – Definição de metas e objetivos

O terceiro passo da nossa lista de etapas do Planejamento Estratégico é a definição de metas e objetivos, que precisam ser “inteligentes”.

Isso significa que as metas e os objetivos devem seguir o padrão SMART: Específicos (Specific), Mensuráveis (Measurable), Alcançáveis (Achievable), Relevantes (Relevant) e baseadas em um prazo (Time-based).

Exemplo de uma meta SMART:

“Diminuir o Custo de Aquisição de Clientes (CAC) para 27% nos próximos 12 meses”

S – Específico: Diminuir o CAC.
M – Mensurável: 27%.
A – Alcançável: No ano passado, a empresa reduziu seu CAC para 35%. Reduzir esse percentual para 27% pode ser alcançado com ações de Inbound Marketing e fidelização.
R – Relevante: Diminuir 27% do CAC representaria uma economia significativa e que poderia ser realocada na aquisição de novos equipamentos.
T – Tempo: 12 meses.

4 – Definição do plano de ação

O plano de ação está relacionado à execução das estratégias; é ele que especifica o papel de cada colaborador e os recursos necessários para colocar em prática todas as ações previstas no planejamento estratégico.

Nesse sentido, a ferramenta 5W2H costuma ser muito útil durante essa etapa.

5W
What – O que fazer?
Why – Por que fazer?
Where – Onde fazer?
When – Quando fazer?
Who – Quem vai fazer?
2H
How – Como fazer?
How much – Quanto custa fazer?

Ao responder essas 7 perguntas, fica mais fácil mapear e executar as atividades com eficiência.

Exemplo:

  • O quê: Lançar um aplicativo da loja
  • Por quê: Garantir praticidade, conforto e segurança para os usuários
  • Onde: Mercado nacional
  • Quando: 01/01/2019
  • Quem: Departamento de Tecnologia da Informação
  • Como: Metodologia Agile
  • Quanto vai custar: R$ 20.000

5 – Mensuração e acompanhamento de resultados

Mensurar e acompanhar os resultados é o último item da nossa lista de 5 etapas do planejamento estratégico.

E, podemos dizer, uma das mais importantes do ciclo de planejamento estratégico.

Por isso, adotar mecanismos de monitoramento das etapas do Planejamento Estratégico é extremamente importante para saber se tudo o que foi planejado está evoluindo de acordo com o esperado ou se há necessidade de efetuar determinados ajustes.

Aprenda tudo sobre planejamento estratégico com o livro Planejamento Estratégico: Conceitos, Metodologia, Práticas, de Djalma de Pinho Rebouças de Oliveira. Em 2018 foi lançada a 34ª versão deste livro ele é um daqueles livros clássicos e obrigatórios para quem quer saber mais sobre Planejamento Estratégico:

https://www.amazon.com.br/Planejamento-Estrat%C3%A9gico-Conceitos-Metodologia-Pr%C3%A1ticas/dp/8597015772

Balanced Scorecard

O Balanced Scorecard (BSC) é um conceito que permite mensurar e monitorar as ações, possibilitando o aperfeiçoamento contínuo. A análise dos indicadores de desempenho é feita através de 4 perspectivas: Financeira, dos Clientes, dos Processos Internos e do Aperfeiçoamento e Crescimento.

O BSC permite que o gestor visualize os processos da empresa de forma ampla e verifique se as atividades estão sendo executadas em consonância com os seus objetivos previstos no PE.

Key Performance Indicator – KPI

Os KPIs são indicadores-chave que mensuram a performance de diferentes processos da organização. Por meio das informações que os KPIs fornecem, é possível direcionar recursos e esforços de maneira assertiva.

Esses indicadores mostram em quais aspectos a empresa está indo bem e em quais ela precisa melhorar.

Exemplos de KPI:

  • Taxa de Conversão
  • Custo de Aquisição de Cliente (CAC)
  • Retorno sobre Investimento (ROI)
  • Customer Lifetime Value (CLV)
  • Churn Rate
  • Net Promoter Score (NPS)

Como usar pesquisas na elaboração do Planejamento Estratégico

A melhor forma de colher informações confiáveis conforme for desenvolvendo as etapas do planejamento estratégico e sua implementação é por meio de pesquisas.

Pesquisas de mercado e de marketing, por exemplo, são excelentes ferramentas que podem trazer informações relevantes na hora de entender cenários antes de definir suas metas e objetivos.

E esses são apenas dois exemplos de como conseguir as informações necessárias para tomar decisões assertivas e baseadas em dados, ao construir seu plano estratégico.

Cadastre-se na plataforma de pesquisa de mercado da MindMiners e conheça diversos questionários de pesquisa certificados e prontos para usar em seu planejamento estratégico, tornando-o um instrumento muito mais certeiro e confiável para atingir os objetivos da empresa.