Como precificar seu produto?

Para profissionais de marketing dos mais diversos segmentos, uma das perguntas mais comuns dentro de suas rotinas se refere à precificação. Na prática, precificar um produto pressupõe avaliar o momento econômico, investigar as práticas da concorrência, delimitar um público-alvo, compreender o que esses consumidores desejam e quanto estão dispostos a pagar, além de considerar custos internos.

Para garantir que esse tipo de decisão seja tomada com segurança, é necessário fazer uma pesquisa de sensibilidade de preço. Por meio dela, você será capaz de pautar sua estratégia a partir de métricas e informações obtidas junto a pessoas reais, reduzindo assim os riscos de fracasso em um lançamento  ou reposicionamento de um produto.

Com a ajuda deste artigo você vai conhecer os benefícios de uma pesquisa focada na avaliação de preço e na percepção de valor de um produto sob o ponto de vista do consumidor. Vamos lá?

O que é Pesquisa de Sensibilidade de preço?

Criado pelo economista holandês Peter van Westendorp em 1976, a pesquisa de sensibilidade ao preço (ou Price Sensitivity Model – PSM, em inglês) é uma das principais metodologias de pesquisa de marketing para avaliar a precificação de produtos. Sua implementação e análise indicam o preço ideal e faixa de preços aceitáveis de determinado produto a partir do que é percebido pelo consumidor como caro e barato.

Além disso, e para situações nas quais o produto já está no mercado, o PSM permite determinar se o preço atual praticado está de acordo com a percepção de valor daquele produto, bem como mensurar a queda de demanda conforme o preço aumenta.

Para sua realização, aplica-se um questionário para avaliar quais valores o entrevistado considera barato, caro, barato demais e caro demais para o produto/serviço em questão.

Quando utilizar esse tipo de pesquisa?

Apesar de suas amplas possibilidades de utilização, a pesquisa de sensibilidade ao preço é indicada para pessoas e empresas que estejam enfrentando necessidades semelhantes às listadas abaixo:

  • Ganhar uma fatia de mercado de um produto por meio de estratégias de preço, principalmente pela redução de preço, sem impactar na percepção de qualidade do produto;
  • Aumentar a margem de um produto com o menor impacto possível na demanda e posicionamento de marca;
  • Avaliar uma categoria ou mercado em que atua ou pretende atuar com um produto para definir se a mesma vive mudanças de atividade relevantes como, por exemplo, uma crise de demanda.

O que você poderá obter a partir de uma pesquisa de sensibilidade de preço?

De maneira geral, esses são alguns dos resultados que poderão ser obtidos a partir de uma boa pesquisa:

  • A amplitude de preços que um produto pode explorar sem impactar significativamente sua demanda ou posicionamento;
  • A variação da demanda de um determinado produto em função da oscilação da curva de preços dos demais produtos avaliados;
  • A indicação de preço ótimo, mínimo e máximo a ser praticado.

Como realizar?

Por se tratar de uma metodologia tradicional de pesquisa, nossa orientação é que você construa seu questionário a partir dos padrões pré-definidos por especialistas na área. Caso contrário, os resultados obtidos poderão ser comprometidos.

Para facilitar a realização de projetos como esse, nossa plataforma automatizada de pesquisa oferece o que chamamos de questionários certificados. Ou seja, questionários metodologicamente testados e já prontos para uso. Em nossa biblioteca, você encontrará modelos para desafios relacionados à precificação, teste de produto e sensibilidade ao preço.

As informações sobre a importância e os benefícios de se realizar uma pesquisa de sensibilidade ao preço foram úteis? Então, teste seus conhecimentos. Crie seu primeiro projeto em nossa plataforma de pesquisa automatizada.

Posts relacionados

Deixe um comentário

1 Comentário em "Como precificar seu produto?"

Notificações
avatar
Ordenar por:   recentes | antigos | mais votado
Giuliano
Visitante

E quando é um serviço? Moro hoje numa cidade que remunera por menos da metade do que eu recebia na minha cidade de origem. Sou biólogo e moro em Maceió. Morei em Campo Grande – MS anteriormente.

wpDiscuz