12 produtos que fracassaram no mercado e como evitar esse erro

Lançar um novo produto no mercado não é uma tarefa nada fácil. Prova disso são os inúmeros lançamentos de empresas, consagradas e respeitadas por sua competência em marketing, que já desenvolveram produtos que fracassaram no mercado de forma, muitas vezes, surpreendente.

Nesta postagem, fizemos uma lista com vários exemplos de estratégias de lançamento de produtos que não deram certo.

12 cases famosos de produtos que fracassaram no mercado

1- Comidas congeladas da Colgate – 1982

Aparentemente, a notoriedade da marca de cremes dentais em outro segmento não agradou muito aos consumidores, já que a linha foi descontinuada. 

Reprodução: Jornal Mirror do Reino Unido, no museu do fracasso

Você conseguiria comer essa lasanha?

2- New Coke – 1985

Um dos mais famosos casos de produtos que fracassaram no mercado, a New Coke foi uma tentativa da Coca-Cola de combater a Pepsi mudando o sabor de seu refrigerante.

Alguns anúncios apresentavam figuras conhecidas como o conjunto New Edition e Bill Cosby:

Porém, mesmo com a mudança de sabor e o investimento em mídia, os consumidores não aceitaram a New Coke como a Coca-Cola esperava. Chegou a haver protestos públicos nas ruas e alguns consumidores guardaram as últimas unidades da Coca-Cola tradicional em casa, com o objetivo de leiloá-las.

3- Newton, assistente pessoal da Apple – 1987

Hoje, com o sucesso do iPad, se entende o que a Apple planejava fazer com o Newton. Mas seu tamanho meio grande, a bateria de vida curta e as falhas em seu sistema de reconhecimento de escrita (um dos grandes diferenciais anunciados), fizeram com que fosse incluído na lista dos produtos que fracassaram no mercado.

4- Roupas de baixo da BIC – 1988

O conceito de sucesso da BIC com produtos descartáveis, como canetas, isqueiros e giletes, não conseguiu o mesmo efeito com as roupas de baixo.

Como a BIC descobriu, a maioria das mulheres não busca comprar roupas de baixo descartáveis, não existe esse hábito. 

5- Pizza do McDonald’s – 1990

Na tentativa de aumentar a clientela que frequentava seus restaurantes à noite, o McDonald’s lançou nos Estados Unidos um cardápio mais focado nesse período, que incluía pizzas.

Qual o erro? É muito mais demorado fazer uma pizza do que um hambúrguer, o que desagradou os consumidores acostumados com a velocidade do serviço do “fast food”.

Uma curiosidade, você ainda pode consumir a pizza do McDonald’s em alguns restaurantes. No vídeo abaixo três amigos dirigiram mais de 800 km para experimentar essa raridade, veja após 05:38: 

6- Iridium, telefone celular global – 1998

Depois de gastarem bilhões colocando 77 satélites em órbita, o que garantiria que o celular Iridium teria sinal em qualquer canto do mundo, as coisas não deram muito certo para esta empresa criada pela Motorola. O produto era absurdamente caro e o minuto de ligação também.

Uma ideia inovadora, porém mal executada e com falhas:

7- Segway, o “patinete” motorizado com 2 rodas – 2002

Apesar de impressionar empresários de peso como Jeff Bezos e John Doerr, o veículo nunca caiu nas graças do grande público e chegou a ser proibido de trafegar nas calçadas em alguns países.

Não sabe ainda o que é o Segway? 

8- Nokia N-Gage, videogame portátil + celular – 2003

O que parecia ser uma sacada genial da Nokia revelou-se outro dos produtos que fracassaram no mercado. O produto não funcionava bem nem como celular nem como game e era preciso usá-lo de lado para falar ao telefone, devido à posição dos alto-falantes.

9- Coca-Cola BlaK – 2006

Uma mistura de Coca-Cola com café que não caiu nem um pouco no gosto dos consumidores, tanto é verdade que a maioria das pessoas nem se lembra que ela existiu.

Ficou curioso para saber se era boa? O apresentador americano Anderson Cooper não gostou muito, mas diversos consumidores americanos gostavam:

10- Microsoft Zune, o MP3 player da Microsoft – 2006

Tentando alcançar o mesmo sucesso do iPod da Apple, o Zune não atingiu seu objetivo: faltava o apelo emocional da marca de Steve Jobs. Em 2009 foi lançada a última versão do aparelho.

11- TV 3D – 2010

Uma novidade abraçada por várias marcas, a TV 3D não pegou por dois motivos principais: muitas pessoas não gostam de usar os óculos necessários para o efeito 3D funcionar e existe pouco conteúdo disponível em 3D para assistir.

A maioria dos fabricantes já está descontinuando a produção.

12- HP TouchPad – 2011

Esta tablet da HP merece destaque entre os produtos que fracassaram no mercado: sua fabricação se manteve ativa por apenas 33 dias.

A grande falha do aparelho estava em seu sistema operacional, o webOS, que foi abandonado logo em seguida.

Como você viu, mesmo com toda a experiência dessas empresas, muitos de seus lançamentos fracassaram no mercado.

Para evitar isso, é fundamental que o desenvolvimento de novos produtos seja acompanhado e validado por meio de testes de conceito e testes de mercado.

Contando com questionários certificados prontos para usar ou adaptar conforme as necessidades de sua empresa, a plataforma de pesquisa automatizada da MindMiners é uma excelente solução para quem busca realizar pesquisas digitais com rapidez, confiabilidade e um custo acessível para obter as informações que necessita para desenvolver produtos com mais probabilidade de se tornarem um sucesso no mercado.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
  Subscribe  
Notificações