Saiu na mídia: Metade das pessoas vão consumir menos carne após a Operação Carne Fraca

A Operação Carne Fraca, incitada pela Polícia Federal na última sexta-feira (17), revelou um esquema de venda de carne adulterada no mercado interno e externo que pode ter um impacto negativo enorme na economia brasileira.

A pedido de Meio & Mensagem, a MindMiners realizou um estudo para analisar a repercussão da investigação do lado do consumidor. A pesquisa, feita com 1.000 usuários do aplicativo MeSeems, homens e mulheres pelo Brasil e de todas as classes sociais, na manhã dessa segunda-feira (20), revela que a investigação terá um impacto significante no consumo de carne do brasileiro. 50% dos entrevistados disseram que pretendem diminuir o consumo de carne após a notícia de más práticas, e 16% declararam ter jogado fora peças de carne que já haviam comprado.

A grande maioria das pessoas entrevistadas (95%) está ciente do escândalo descoberto na Operação Carne Seca, e as marcas Friboi, Sadia, Seara e Perdigão foram as marcas mais associadas ao caso, conforme imagem abaixo:

O levantamento verificou à quem as pessoas estão atribuindo a responsabilidade do esquema que foi descoberto, mostrando que a grande maioria dos entrevistados acha que o Governo é amplamente responsável pelo ocorrido. De forma surpreendente, uma parcela da culpa também foi imposta aos funcionários das empresas envolvidas.

De quem você acha que é a culpa deste esquema? Selecione até 3 alternativas.

Em uma pergunta aberta, a pesquisa questionou as pessoas sobre o papel das marcas envolvidas no esquema, nesse momento de repercussão. De maneira geral, as pessoas acreditam que as marcas devem assumir a responsabilidade, reparar os danos que foram causados pelo esquema e garantir a fiscalização da indústria no futuro. Um morador de São Paulo, de 31 anos, foi além, dizendo que as marcas responsáveis devem “reconhecer todo o material distribuído e indenizar o consumidor”. Outro respondente, homem de 45 anos e que é por coincidência funcionário em uma das empresas investigadas, disse: “estou tão decepcionado que estou perdendo a confiança em todas [as empresas]…venho notando uma baixa qualidade infelizmente”.

A pesquisa da MindMiners mostrou que a investigação não prejudicará somente as marcas que estão diretamente envolvidas no esquema, e sim todas as marcas brasileiras de alimento, já que 85% das pessoas disseram que a operação afetou a sua confiança em marcas de alimento de outras categorias também.

 

Posts relacionados