Você sabe o que é gestão de marca? Veja como usar essa prática para alcançar resultados concretos

O trabalho de gestão de marca – ou branding – envolve uma série de atividades que partem da concepção da marca em si e perpassam ações cotidianas de marketing.

O objetivo é posicionar sua marca na mente do consumidor, indicando claramente seus diferenciais e atraindo o público ideal, aquele que mais vai se satisfazer com seus produtos ou serviços.

Quer saber mais sobre como a gestão de marca funciona na prática e de que maneira isso pode trazer resultados efetivos para uma empresa?

Confira as dicas deste post.

O que é gestão de marca? Muito mais que criar um logo!

Muitas vezes as pessoas pensam em marca como sinônimo de logo. Na verdade, todos os pontos de contato de sua marca com o público compõem as ações que definirão seu posicionamento, a forma como a marca é entendida e percebida pelos consumidores.

Trata-se de uma prática que consiste em desenvolver ações capazes de orientar a percepção do público em relação à marca, mostrar todo seu valor para o cliente.

Em termos gerais, pode-se dizer que marca é a junção entre uma ideia ou conceito e seu produto ou serviço. Veja abaixo alguns exemplos:

  • Felicidade + Refrigerante = Coca-Cola
  • Inovação + Computadores = Apple
  • Comodidade + Transporte = Uber

O que a gestão de marca faz é adotar estratégias que tornem a marca mais conhecida, fortalecida e desejada pelos diferentes públicos com os quais ela se relaciona.

A gestão de marca é encarada por muitos empresários como a solução necessária para melhorar a forma com que as empresas interagem com os seus consumidores para gerar mais lucro.

Veja mais sobre isso neste post: Defina sua estratégia de branding com a ajuda dos consumidores

Os 7 componentes para a gestão eficiente de sua marca

Se você que compreender a fundo o que é gestão de marca, precisa compreender estes 7 conceitos:

  1. Propósito: toda marca deve ter uma promessa definida, mas o propósito vai além de cumprir essa promessa para seus clientes. Ele é o motivo pelo qual seus funcionários acordam pela manhã para ir trabalhar.
  2. Consistência: todos os pontos de contato com o público precisam falar a mesma língua, estar alinhados com o posicionamento e o propósito da marca.
  3. Emoção: a maneira de sua marca se posicionar não pode apelar apenas para o racional. Saber usar as emoções em sua comunicação dará muito mais efetividade às suas ações de marketing.
  4. Flexibilidade: a forma dos consumidores agirem e de se relacionarem com sua marca pode mudar. Isso não significa perder Consistência de Marca, mas saber se adaptar aos reais desejos de seu público, sem perder sua identidade.
  5. Envolvimento de seus funcionários: eles são, em muitos casos, um importante ponto de contato com os clientes e, por isso, devem agir de forma consistente com a marca. Além disso, se sua empresa não consegue fazer uma boa gestão de marca com seus próprios funcionários, dificilmente conseguirá fazer isso com o público.
  6. Lealdade: os clientes leais, aqueles que amam e defendem sua marca, merecem ser recompensados por isso. Agradeça e parabenize suas contribuições. Isto é: seja tão leal com eles quanto eles são com a sua marca!
  7. Lembrança de marca competitiva: aprenda com seus concorrentes, aqueles que satisfazem às mesmas necessidades de seu público. Acompanhe o que eles fazem e veja como superar cada ação de gestão de marca que eles estão empregando.

Como as pesquisas podem ajudar na gestão de marca?

As pesquisas são importantes ferramentas para a gestão de marca. Isso porque elas são capazes de fornecer informações muito úteis para que você compreenda melhor se a experiência que o seu produto ou serviço oferece está alinhada com os valores que a sua marca quer transmitir.

As pesquisas também servem para descobrir se os seus consumidores estão aceitando as ideias e os conceitos que você tenta associar à sua marca.

Com a plataforma de pesquisa automatizada da MindMiners, é possível elaborar questionários e gerar relatórios com os resultados em tempo real. Lá você terá a sua disposição mais 40 questionários prontos para uso, sendo necessário fazer apenas alguns ajustes mínimos para adequá-los às suas necessidades.

E para ajudar na gestão de sua marca, você pode contar com questionários de Avaliação de Lembrança de Marca, Avaliação da Saúde da Marca, Teste de Logotipo, Teste de Nome e Teste de Slogan.

 

Entre as demais categorias de pesquisa disponíveis na nossa biblioteca, além de pesquisa de branding e marca, temos pesquisa de satisfação, brand lift, comunicação e mídia. Vale a pena conferir!

Comece lendo este post de nosso blog: Veja como uma pesquisa de brand lift pode ajudar no monitoramento de marca

Como fazer um bom trabalho de branding

Agora que você já sabe o que é gestão de marca e como as pesquisas podem ajudar nessa tarefa, chegou a hora de descobrir como fazer um branding eficiente.

Ao criar a sua pesquisa, é importante que você se concentre em quatro aspectos principais:

  • Cognição
  • Emoção
  • Linguagem
  • Ação

Confira, a seguir, como cada um desses aspectos podem ser abordados na sua pesquisa.

1 – Cognição

Essas perguntas devem destacar as associações que os consumidores fazem quando pensam na sua marca.

Exemplo:

  • Pergunta aberta: quando você pensa em [sua marca], o que vem à mente primeiro?
  • Lista: quais das seguintes palavras você utilizaria para descrever a [sua marca]?
  • Pergunta de escala positiva a negativa: das palavras que você selecionou, como você se sente em relação a cada uma delas?

2 – Emoção

Essas perguntas devem tentar identificar os sentimentos associados à sua marca e se eles aproximam ou afastam o público-alvo.

Exemplo:

  • Pergunta aberta: que tipo de sentimentos você sente quando pensa em [sua marca]?
  • Pergunta de escala positiva a negativa: como você classificaria os sentimentos listados numa escala de 1 a 5?

3 – Linguagem

Essas perguntas deverão mostrar como os consumidores internalizam e compreendem sua marca. Para isso, é preciso questioná-los sobre como eles a descrevem para outras pessoas.

Exemplo:

  • Pergunta aberta: Quais três palavras você usaria para descrever a [sua marca] a um amigo?

4 – Ação

Essas perguntas devem responder como a experiência anterior do consumidor foi positiva ou negativa com a sua marca.

Exemplo:

  • Pergunta aberta: como você descreveria sua última experiência com a [sua marca]?
  • Lista de perguntas: das palavras a seguir, quais melhor descrevem a sua última experiência com a [sua marca]?
  • Questão de escala: em uma escala de 1 a 10, qual a probabilidade de você recomendar a um amigo ou colega?

Ficou claro o que é gestão de marca e como as pesquisas podem ajudar na prática? Então, que tal aplicar o que você aprendeu por aqui e melhorar os resultados da sua empresa?

Cadastre-se agora mesmo em nossa plataforma, clicando aqui.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
  Subscribe  
Notificações