Geração Y: a mais insatisfeita no trabalho?

Os Millennials tem sido o grande foco das discussões de Marketing. Isso porque a forma como essa geração pensa, consome e se engaja com marcas e causas foge do padrão observado junto à geração X. Mas a preocupação da vez está relacionada ao âmbito profissional e ao tipo de carreira que esses jovens desejam construir. Recém chegados ao mercado de trabalho, a geração Y tem sido taxada como menos comprometida e menos preocupada com o sucesso financeiro.

Será que isso é mesmo verdade?

A fim de explorar essa preconcepção e analisar as verdadeiras visões e motivações dos Millennials, a MindMiners realizou uma pesquisa exclusiva usando a geração X como base comparativa.

No entanto, e para evitar leituras errôneas, é importante reforçar que os cruzamentos foram feitos a partir de opiniões de pessoas que estão em diferentes estágios da vida profissional. Enquanto os Millennials começam a ganhar seu espaço, a geração X já ocupa cargos de liderança dentro das empresas. Ou seja, a experiência e a maturidade acabam por impactar a visão de mundo e de futuro de cada um dos grupos.

Conheça alguns dos resultados neste post.

Satisfação no trabalho

Para as duas gerações aqui analisadas, os níveis de satisfação com o trabalho são bastante similares. A maior parte dos entrevistados da geração X (44%) e da geração Y (43%) afirmam estarem satisfeitas, desafiando o senso comum de que os Millennials são uma geração infeliz quando o assunto é a vida profissional.

Satisfação x Permanência no emprego

A satisfação não significa necessariamente o desejo de permanecer no emprego atual por muito tempo. Surge aqui uma diferença relevante entre a geração X e os Millennials: um terço dos Millennials satisfeitos com seu trabalho atual pretende mudar de emprego em menos de dois anos.

E quais são os motivos da (in)satisfação?

Os aspectos da cultura das empresa que impactam os Millennials são similares àqueles indicados pela geração X, mas em proporções diferentes.

Millennials: aspectos positivos para os satisfeitos com o emprego:
– Senso de propósito além do lucro financeiro;
– Compromisso com a igualdade e a inclusão;
– Incentivo à geração de ideias e melhorias.

Geração X: aspectos positivos para os satisfeitos com o emprego:
– Compromisso com a igualdade e a inclusão;
– Incentivo a geração ideias e melhorias;
– Comunicação aberta e transparente.

Mas, afinal, por que os Millennials aparentam estar menos satisfeitos com o trabalho?

Os resultados do estudo indicaram níveis semelhantes de satisfação entre os Millennials e a geração X. A diferença está, portanto, nos planos de carreira e no período de permanência no emprego.

Enquanto os primeiros sentem-se motivados pela inovação e geração de novas ideias, o segundo grupo associa a satisfação no trabalho a um bom relacionamento dentro da empresa, construído a longo prazo. Talvez daí o desejo dos Millennials de não permanecerem tanto tempo em um mesmo lugar.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre os Millennials, que tal aprender também a atrair e engajar essa nova geração? Leia aqui.

Deseja receber nosso estudo sobre os Millennials em primeira mão? Cadastre-se. Em breve divulgaremos o relatório completo.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificações
avatar
wpDiscuz