Entenda o comportamento do consumidor nas redes sociais

O comportamento do consumidor nas redes sociais: confira dados de pesquisas

O comportamento do consumidor nas redes sociais é reflexo de uma série de mudanças causadas pelo avanço da tecnologia e da transformação digital nas empresas. O maior acesso à internet e a proliferação de smartphones são os principais responsáveis por essa reconfiguração de comportamentos. Hoje em dia, as pessoas estão cada vez mais conectadas. Nesse sentido, as redes sociais tornaram-se um espaço para discussões e compartilhamento de experiências, tanto positivas quanto negativas. Quando transferimos essa realidade para o mundo corporativo, percebe-se que as redes sociais exercem impacto sobre a forma com que os consumidores se relacionam com as marcas; essas plataformas representam uma fonte de informação sobre determinado produto ou serviço. E mais: sobre quais são os valores das empresas, aquilo que acreditam e defendem em relação a causas sociais e à sustentabilidade do planeta.

As empresas, por sua vez, enfrentam o desafio de se adaptar a essa nova dinâmica de consumo e se aproximar do seu público-alvo. Criar um perfil corporativo e participar efetivamente das discussões no ambiente digital passou a ser obrigatório para as marcas que querem garantir presença e competitividade no mercado. Que tal descobrir um pouco mais sobre o comportamento do consumidor nas redes sociais. Separamos alguns dados muito interessantes sobre esse tema, todos obtidos através da plataforma de pesquisa automatizada da MindMiners. Confira!

Confira também: O boom dos smartphones e seu impacto no comportamento do consumidor

O comportamento do consumidor nas redes sociais

Interatividade e Engajamento

Por muito tempo, as relações comerciais costumavam ser basicamente unilaterais: um lado vende e o outro compra. Com o crescimento das redes sociais no início da segunda década do século XXI, os consumidores passaram a moldar a maneira com que as empresas conduzem seus negócios; a opinião e a percepção daqueles que compram se tornaram mais relevantes. Um estudo realizado pela MindMiners com 1000 respondentes de todo o Brasil aponta que 54% dos consumidores seguem os perfis das suas marcas preferidas nas redes sociais. Isso significa que eles querem interagir com elas, certo? E mais: essa mesma pesquisa mostrou que 21% dos respondentes utiliza essas mesmas páginas como fonte de pesquisa antes de efetuar a compra.

Considerar o que o público pensa a respeito dos produtos e serviços que a empresa oferece passa a ser fundamental para o sucesso comercial, tendo em vista que mais de 80% dos consumidores assumem ler os comentários de outros seguidores antes de adquirir determinado produto ou serviço pela primeira vez. Além disso, 71% alega confiar plenamente em tais avaliações de outros usuários das plataformas sociais. Dessa forma, as redes sociais representam uma oportunidade (e ao mesmo tempo um desafio) para as marcas interagirem, se aproximarem e conhecerem melhor seu público-alvo. Com consumidores cada vez mais conectados e atentos, essas mídias acabam sendo uma maneira de manter um diálogo aberto com eles. Ou seja, o comportamento do consumidor nas redes sociais está fortemente pautado na interatividade e no engajamento (com outros consumidores e com as marcas de interesse).

Leia também: Como a tecnologia está causando mudanças no comportamento do consumidor

Autonomia e Empoderamento

Não há dúvidas de que as redes sociais deram voz aos consumidores. Hoje eles se sentem mais à vontade para fazer reclamações ou elogios à determinada marca. E é aí que está a importância de ficar alerta e monitorar suas redes sociais: uma simples postagem pode melhorar ou prejudicar a imagem da empresa significativamente. O engajamento dos consumidores em comunidades virtuais permite a troca de informações sobre produtos e serviços, e ter recomendações positivas é muito importante, como confirmam os dados apurados na mesma pesquisa citada anteriormente:

Antes de efetuar uma compra na loja física, 54% dos respondentes admitiram utilizar o smartphone para ler comentários sobre aquilo que desejam adquirir. E mesmo munido dessas opiniões, o consumidor não está satisfeito, ele ainda quer achar o menor preço. Outros 67% dos entrevistados já recorreram ao celular com o intuito de comparar preços, dentro da própria loja. Ou seja, o consumidor tem hoje mais autonomia para escolher o que consumir. Isso representa também maior empoderamento, pois ele pode confrontar o vendedor através de preços e outros atributos oferecidos pela concorrência.

Conclusão

O avanço tecnológico deu mais poder aos consumidores. Com as redes sociais, eles agora têm mais voz ativa para dizerem o que gostam e o que não gostam. Dessa forma, sai na frente a empresa que compreende e se adapta a essa nova dinâmica nas relações de consumo. Por isso, é fundamental acompanhar de perto o comportamento do consumidor nas redes sociais. Com a plataforma de pesquisa automatizada da MindMiners, você pode criar questionários personalizados e monitorar os resultados em tempo real e de maneira ágil, intuitiva e confiável. Experimente!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
  Subscribe  
Notificações