Veja 9 empresas que usam gamificação para engajar clientes

O consumidor atual não quer apenas adquirir um produto, ele quer ter uma experiência. Se ela for divertida, melhor ainda. Nesse sentido, os games deixaram de ser meros jogos e se transformaram em uma poderosa estratégia para atrair e engajar clientes. A nova tendência ganhou o nome de gamification, ou gamificação, em português.

Saiba como funciona a gamificação e qual a sua importância

Trata-se de uma estratégia de interação entre a marca e o público-alvo. Basicamente, esse recurso utiliza a mecânica dos games para deixar um produto ou serviço tradicional mais atrativo. Para exemplificar, vamos imaginar que você é responsável por um garotinho que odeia escovar os dentes.

Sabendo que isso é um acontecimento comum em muitas famílias, o mercado lança uma escova dental diferente. O aparelho interage com a criança à medida que ela faz a limpeza. Ele avisa se a escovação está correta ou não. O seu filho é incentivado a completar a “prova” até o final e pode ganhar pontos pela participação.

Percebeu o potencial de sedução que esse recurso oferece para o seu negócio? Atualmente, no mundo corporativo, a gamificação é utilizada em duas situações: para aumentar o envolvimento de clientes com as marcas e/ou para melhorar o desempenho dos funcionários nas empresas.

Para algumas organizações, uma solução simples dentro da estratégia de gamificação pode ser oferecer recompensas à medida que produtos e serviços são adquiridos. Funciona como um programa de fidelidade, que incentiva o consumidor a comprar por meio de acúmulos de pontos no cartão.

Conheça 9 empresas que utilizam gamificação para engajar seus clientes

1) Gerdau: o grupo Gerdau, empresa siderúrgica brasileira, aderiu a um programa de capacitação de pessoal com óculos de realidade virtual. Ou seja, o treinamento teórico foi substituído por jogos de conhecimento;

2) Deloitte: a multinacional Deloitte também trocou o treinamento tradicional pela gamificação. Agora, os clientes podem fazer cursos interativos pela internet. Desde a implantação do novo modelo, a empresa ganhou um aumento de 47% de tráfego no site;

3) Aetna: o grupo Aetna adotou um jogo para ajudar clientes e colaboradores a adotarem hábitos saudáveis. O game ensina a gerenciar melhor as condições físicas, dá dicas de alimentação, entre outros cuidados diários;

4) Devhub: um site para desenvolvedores web acrescentou uma estratégia de games na plataforma para melhorar a experiência do usuário. A porcentagem de conversões aumentou de 10% para 80%;

5) Engine Yard: a Engine aumentou a taxa de resposta de atendimento ao cliente em 40%. Isso aconteceu depois de adotar a gamificação, que expôs o tempo de resposta dos melhores líderes em tempo real;

6) Popchips: a empresa usa games para personalizar a publicidade móvel. Com isso, superou a resistência do usuário quanto aos anúncios em seus smartphones, computadores e tablets;

7) Nike: a líder no segmento de artigos esportivos construiu uma plataforma de gamificação chamada Nike Plus. O objetivo é envolver os fãs do universo fitness e levar os treinos para um nível mais profissional;

8) Quirky: a Quirky promove ideias que inspiram o desenvolvimento de novos produtos e serviços por meio da plataforma de e-commerce;

9) Microsoft: o uso da gamificação da Microsoft é voltada para os colaboradores. O sistema ajuda as equipes de testes a encontrarem falhas nas traduções em milhares de telas de centenas de línguas dos softwares da empresa.

Benefícios do uso de gamificação nas empresas

 Impulsiona os resultados de marketing;

– Aumenta o engajamento com a marca;

– Gera mais motivação entre os usuários;

– Promove a retenção de conhecimentos;

– Incentiva a colaboração em equipe;

– Oferece vantagem competitiva;

– Permite feedbacks valiosos.

Vantagens da gamificação no engajamento de clientes

A diversão é um quesito fundamental para manter clientes engajados. E a gamificação permite oferecer um momento lúdico, uma experiência única e memorável. É por isso que esse recurso cada vez mais é utilizado em diversos segmentos. Ele garante a maior participação de clientes e colaboradores.

Talvez tanto sucesso se explique pelo fato dessa tecnologia oferecer programas de pontos, conquistas de medalhas e inúmeros desafios. Quem não gosta de vencer um bom desafio e receber recompensas por isso? O prêmio é um elemento indispensável para fazer com que o usuário queira interagir novamente.

O mérito pode ser dado na forma de descontos no site, medalhas virtuais ou outros. Também é possível dividir o cliente em categorias. Assim, quando ele alcançar um determinado nível, é promovido para uma fase mais importante (reparou a semelhança com os jogos de verdade, aqueles que são viciantes?).

Os primeiros passos da gamificação

Como qualquer outra estratégia de marketing, a gamificação precisa ser planejada, elaborada e colocada em prática de forma alinhada aos objetivos da empresa. É fundamental conhecer bem o público-alvo e saber como superar as expectativas dele.

O projeto envolve a definição do que se deseja, os recursos e processos que serão gamificados e as ferramentas necessárias que precisam ser integradas ou desenvolvidas para essa finalidade. A integração de sistemas é necessária para capturar o comportamento dos usuários e registrar feedbacks.

Adotar essa tecnologia envolve novas práticas de relacionamento com compradores e colaboradores. Assim como todo jogo precisa ter regras, esse recurso carece de monitoramento dos resultados atingidos. Isso é importante para ajustar as ações e providenciar melhorias frequentes.

Como você viu, a gamificação pode proporcionar um impacto significativo nos negócios. Além disso, com ela é possível engajar clientes em um nível mais profundo. Isso ajuda a tornar a marca mais atraente, uma vez que proporciona uma boa experiência para o consumidor e inspira as pessoas.

Gostou de saber mais sobre esse tema? Para receber outros artigos, assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificações
avatar
wpDiscuz