Igualdade Racial: Um estudo sobre percepções, sentimentos e preconceitos ligados à cor no Brasil

Negros. Brancos. Pardos. Amarelos. Índios. Em um país de tantas cores, raças e etnias, a diversidade parece ainda ter que lutar diariamente contra a discriminação. Conheça o estudo exclusivo.
Receba nossos estudos originais em primeira mão.

Igualdade Racial

A MindMiners conversou com 1000 brasileiros, de todas as faixas etárias (18+), classes sociais e regiões do Brasil para identificar percepções, sentimentos e preconceitos quando o assunto é igualdade racial. Para tanto, nossa amostra foi divida em dois grandes grupos: brancos e negros/pardos.

Na semana em que se celebra o dia da consciência negra, compartilhamos em nosso relatório completo para download os resultados de mais um dos nossos estudos exclusivos. Descubra como os brasileiros lidam com essas diferenças, quais os comportamentos racistas ainda enraizados no dia a dia e como as marcas – e sua publicidade – são percebidas dentro desse movimento por mais igualdade.

Boa leitura!

#01 Tristeza

Esse é o sentimento mais associado ao racismo.

#02 Futuro

1/3 da amostra acredita que nunca haverá igualdade racial no Brasil.

#03 Realidade

Pessoas negras também utilizam expressões consideradas racistas.

#04 Publicidade

Marcas não sabem se comunicar com a população negra.

Relatório na íntegra

Um estudo sobre visões, percepções e sentimentos ligados à cor.

O estudo Igualdade Racial foi realizado entre os dias 8 e 14 de novembro de 2017.

Contamos com uma amostra de 1000 respondentes reunidos na base exclusiva da MindMiners, a rede social de opinião MeSeems.

*Outros detalhes sobre a caracterização da amostra podem ser encontrados no relatório disponível para download.

Para ter acesso ao conteúdo na íntegra e aos gráficos, basta preencher o formulário ao lado.

Receba nossos estudos originais em primeira mão.