Alimentação: dieta e hábitos saudáveis

Seja para reunir a família e os amigos ou por diversão. O ato de comer é fundamental não apenas para a saúde como também para a vida em sociedade. Mas, em um país onde 53,9% da população está acima do peso, repensar o que colocamos no prato se tornou uma necessidade. Como anda a alimentação do brasileiro?
Receba nossos estudos originais em primeira mão.

Dizem que uma das melhores coisas da vida é comer. Mas há quem acredite também que, muitas vezes, nos perdemos em meio a tantas opções, comprometendo assim nossa saúde. Como fazer com que o prazer pela comida e a alimentação saudável convivam em harmonia?

Além dos restaurantes, fast foods e deliveries, feiras orgânicas, supermercados especializados em produtos para veganos e celíacos e programas de assinatura de saladas se tornam cada vez mais comuns. Qual o impacto dessa diversidade na rotina e, principalmente, no cardápio de cada um de nós?

Durante 10 dias conversamos com 1.000 pessoas para entender hábitos, preferências e influências quando o assunto é alimentação. O objetivo foi traçar um raio-X da dieta do país para identificar mudanças, demandas ainda não correspondidas e motivações para dietas, por exemplo.

Quer saber como anda a qualidade da alimentação por aqui? Leia nosso novo estudo original e descubra o que compõe cada refeição, alimentos mais consumidos, o que tem sido cortado do cardápio e o que é tendência na mesa do brasileiro.

Boa leitura!

Hábitos alimentares

dinner

Apesar de não haver consenso entre os especialistas, o indicado é realizar entre 3 e 6 refeições por dia. Nossos entrevistados se mostraram dentro dos padrões: 27% come três vezes por dia e outros 36% quatro vezes.

burger

Ler a informação nutricional dos alimentos ainda não é um hábito dos brasileiros. Apenas 15% dos entrevistados prestam sempre atenção nesse tipo de informação quando estão no supermercado. Em restaurantes e padarias, a porcentagem é ainda menor: 6%.

groceries

Preço, sabor e data de validade ainda são os principais critérios avaliados para se comprar um alimento. O valor nutricional aparece em quinto lugar, logo após a marca do produto. Já a lista de ingredientes ocupa a sétima posição.

Alimentação saudável

salad (1)

40% dos entrevistados se considera saudável. Outros 8% afirmam ser muito saudáveis. E, para 39%, ter uma alimentação saudável é muito importante.

weekly-calendar

Os dias úteis permanecem sendo os dias oficiais da dieta. Mas merece destaque o grande volume de pessoas que não mantem hábitos considerados saudáveis em nenhum dia da semana: 20%.

grocery

Encontrar produtos que ajudam na dieta está cada vez mais fácil. 56% dos entrevistados afirmou não ter dificuldade para encontrar opções saudáveis. Ainda assim, para outros 44%, o problema ainda existe.

Dietas e motivações

weighing-scale

55% dos entrevistados considera estar acima ou muito acima do peso ideal. Dentre as mulheres, esse número sobe para 61%, mostrando que o sexo feminino é mais exigente e mais insatisfeito com seu estado atual.

chocolate

59% dos respondentes está realizando ou já realizou algum tipo de dieta alimentar. Quando avaliamos apenas as mulheres, de maneira surpreendente, essa porcentagem é reduzida para 51%.

carrot

A saúde ainda é a grande motivadora das dietas (47%, seguida pelo emagrecimento (43%). Dentre as mulheres, as razões se invertem. O emagrecimento aparece como 47% das respostas, contra 42% que indicaram a saúde.

Relatório na íntegra

Gostou do estudo sobre alimentação e a saúde do brasileiro?

Dessa vez, focamos na rotina alimentar, nos hábitos saudáveis e nas motivações quando o assunto é dieta. Mas você pode saber também a opinião de nossos entrevistados sobre o papel de blogueiros e influenciadores do mundo fitness, a publicidade de alimentos e as marcas mais associadas à noção de saúde.

Para ter acesso ao conteúdo na íntegra e aos gráficos, basta preencher o formulário abaixo:

Receba nossos estudos originais em primeira mão.