/ Estudo Original

Maduros e Digitais - novos comportamentos dos 50+

Maduros e Digitais - novos comportamentos dos 50+

O mundo está envelhecendo. No Brasil, os maduros já somam 30 milhões de pessoas - mais do que a população do Chile e Uruguai juntas! Se hoje nós já temos mais avós do que netos, em pouco tempo, seremos também o sexto país mais velho do mundo. Isso significa que, pela primeira vez na história, a humanidade tem tempo. Tempo para viver, sonhar, consumir, se relacionar e reinventar sua história. Quem são os Maduros e Digitais que as marcas e publicidade muitas vezes ignoram?

Porém, para muitas pessoas, marcas e empresas eles ainda são invisíveis. Por essa razão, é urgente recalibrarmos o nosso olhar sobre o envelhecimento. Esse novo olhar é construído a partir de dados, pesquisas e momentos de escuta e empatia sobre quem são os novos maduros, onde estão, o que consomem e o que esperam das marcas com as quais se relacionam.

Afinal, mais do que movimentar a sociedade e alguns de nossos preconceitos, os maduros movimentam também a economia, consumindo mais de R$ 1 trilhão todo ano, à espera de marcas que saibam verdadeiramente dialogar com o seu momento de vida. E a sua marca, está preparada para conversar com os maduros?

Veja a campanha da Natura para se inspirar:

O estudo realizado pela MindMiners, em parceria com a consultoria de marketing Hype60+, sobre Maduros e digitais: redes sociais, influenciadores e vida digital após os 50 anos, buscou mapear o comportamento dos brasileiros seniores.

Concluída em abril de 2019, a pesquisa contou com 533 entrevistas conduzidas com brasileiros de 50 a 80+ anos. Fomos destaque no Meio & Mensagem com a pesquisa sobre Maduros e Digitais.

A pesquisa mostrou que nem só de televisão e rádio vivem os maduros:

  • 70% dos maduros entrevistados acima dos 50 consomem conteúdo na Netflix.
  • 58% dos maduros entrevistados acima dos 50 têm conta no Spotify, seja na versão paga ou freemium

E entre os respondentes com 50 anos ou mais, 67% dos maduros sabem dizer o que é um influenciador digital; 46% dos entrevistados seguem algum desses influenciadores nas redes sociais. Entre os tópicos de interesse:

  • 55% apontam moda e beleza;
  • 51% comportamento e relações humanas;
  • 50% entretenimento e cultura;
  • 47% culinária e gastronomia;
  • e 45% saúde e fitness.

Alguns Top of Mind entre os influenciados digitais não diferem muito das gerações mais jovens: Felipe Neto, Whindersson Nunes, JoutJout, Ricardo Amorim, Consuelo Blocker e Kéfera.

Quando analisamos os favoritos, o resultado difere um pouco: Carlinhos Maia, Consuelo Blocker, Ricardo Amorim, Felipe Neto e Padre Fábio de Melo.

Conheça algumas influenciadoras maduras, a brasileira Dona Dirce é a vovó mais feliz do mundo, ela tem 72 anos e 149 mil seguidores.

E um dos perfis mais coloridos do Instagram, temos a @baddiewinkle, é uma combinação de cores e alegria, a descrição dessa maravilhosa é "stealing ur man since 1928!!" e o perfil já conta com 3,9 milhões de seguidores.

Entre os entrevistados, 82% com mais de 50 anos apontam o celular como dispositivo mais utilizado para acessar conteúdos de influenciadores. E 71% preferem o Instagram; 60% o Youtube; e 48% o Facebook para acompanharem as novidades.

Nosso estudo pesquisou muitos comportamentos dos Maduros Digitais - em nosso artigo apresentamos somente alguns. Caso você queira ter acesso a todos os dados preencha o formulário abaixo e converse com a gente:

Transformamos a pesquisa em uma roda de discussão pautada em dados de pesquisas, mas sempre procurando humanizar os números e ideias que descobrimos:

Lucas Mathias

Lucas Mathias

Publicitário de formação, pesquisador de tudo e um pouco mais, amante de séries, games e culinária. ♫ From a mess to the masses ♪

Read More
Maduros e Digitais - novos comportamentos dos 50+
Share this